WhatsApp: (51) 99194-0018 /  E-mail: secretaria@abmfr.com.br

Notícias

O portal de notícias UOL recebeu sugestão da ABMFR e foi ouvir representantes de várias entidades de profissionais médicos, entre eles, a presidente da ABMFR, Dra. Regina Chueire, sobre o problema existente e que tende a se agravar: a falta de centros de reabilitação e profissionais para atender os bebês com microcefalia. A reportagem completa você pode ver clicando aqui.

O governo federal divulgou uma cartilha com orientações de atendimento especial a crianças de zero a três anos com atraso no desenvolvimento psicomotor, decorrente de casos de microcefalia causados pelo vírus zika. O documento, voltado às equipes de atenção básica e de atenção especializada, traz recomendações sobre a importância da estimulação precoce nessas crianças.

Profissionais da atenção básica e especializada de 204 serviços de reabilitação do Nordeste vinculados ao Sistema Único de Saúde (SUS) passam a ser orientados sobre estimulação para bebês de zero a 3 anos com microcefalia, segundo diretrizes divulgadas ontem pelo Ministério da Saúde. Durante as atividades, os profissionais também devem preparar as famílias a continuar as atividades em casa com as crianças. Isso favorece o apego e reforça que os pais também são fundamentais durante o período de estimulação precoce.

Rua Brasília, 560 - Bairro: Parque dos Anjos | CEP: 94190-290 | Gravataí - RS | Fone:(51) 99194-0018 *WhatsApp | E-mail: secretaria@abmfr.com.br

Please publish modules in offcanvas position.